quarta-feira, 11 de julho de 2012

Invisível

Eu olho pras pessoas
Tentando encontrar
Algum motivo
Para não parar

Caminhando entre vielas
E becos hostis
Agulhas quebradas
Mortais, civis

Eu olho pro céu
Tentando desvendar
Mistérios, segredos
Sob a luz do luar

Perdido nas sombras
Invisível, irreal
Procurando manobras
Algo racional.



Presente para minha amiga Carol Pessoa, vocalista da banda Dama de Preto!
\,,/