sábado, 28 de agosto de 2010

Desorientado

Estou confuso
Mas não estou perdido
Desorientado talvez
E até um pouco iludido

Porque essas sombras?
Porque esses vultos?
São meus fantasmas
São meus frutos

Por que esses cortes?
Porque essas cicatrizes?
Cadê minha sorte?
Cadê minhas diretrizes?

Acho que estou mais perdido do que penso
Acho que estou mais ferido do que penso
Acho que nem estou pensando direito
Só quero continuar caminhando...

Desorientado tentando pensar
Tentando achar um caminho
Tentando não parar

Porque eu não percebo?

Eu vejo seu nome em toda parte e em todas as mentes
E suas sombras estão nos sonhos de todo mundo, isso é frequente
Mas todos já estão acostumados

Porque você está arrancando meus olhos e pregando na TV?
Porque você está me fazendo engolir suas propagadas?

As pessoas rotuladas como “estrelas” são mais valorizadas que as verdadeiras
As pessoas preferem ir a parque de diversões a ir tomar banho em cachoeiras

Porque você me faz comer alimentos inventados?
Porque você me faz esquecer de que posso comer?
Porque você não me deixa pensar, descansar e ficar parado?
Porque você me faz ficar paralisado na frente da TV, quando eu poderia nadar, caminhar o correr?

E porque eu não percebo?

Porque você me faz comprar o que eu não preciso?
Porque não dá algo realmente bom pra mim?

Porque você me faz...?!
Porque você não faz...?!
Porque você me faz...?!
Porque você não faz...?!

Porque me acostumei?


(este é o verdadeiro garoto propaganda!rs)