quarta-feira, 14 de julho de 2010

A única aptidão do homem é formar outra aptidão



A única aptidão do homem é a aptidão de formar outras aptidões.
Seja aqui, no Japão, ou outras regiões
Essas aptidões se formarão a partir do contado como mundo dos fenômenos e objetos
É o mundo da ciência, da arte, da tecnologia, das idéias e seus aspectos.

A criança colocada diante desse mundo humano
Deve agir, deve falar, apropriar-se da cultura
Seguir seu plano, correr, andar e ainda ter postura
A criança no momento do nascimento, não passa de um candidato a humanidade
Mas não pode alcançar o isolamento: aprender a ser humano é sua prioridade.

E ainda que coloquemos um “PC” e um celular na jaula de um leão, ele não vai dar uma “tweetada” e nem fazer uma ligação.
E se de repente uma catástrofe exterminasse com os adultos e só as crianças preservasse?
A humanidade recomeçaria!
Como de uma semente ao fruto.

Biologicamente temos traços parecidos com nossos pais, socialmente a sociedade nos muda com suas “tv’s” e seus comerciais.
Há gente pobre e gente rica, gente boa e gente má, gente que saber escrever e gente que sabe mal falar.
Seja aqui, ou no Japão, a única aptidão do homem é formar outra aptidão.

Um comentário: